Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Dias de luta, dias de glória: PLR TV Globo

Compartilhe:
post-amarelo-e-azul-com-ilustracoes-de-dia-do-trabalhor-para-facebook-4

Em maio de 2019, nosso sindicato negociou um ACT de PLR com a TV Globo, onde a empresa se comprometia em pagar até 1,5 do salário bruto caso alcançasse a meta de Lucro Antes dos Impostos Juros e Amortizações – EBITDA.

Pelo acordo, o mínimo a ser pago pela empresa, mesmo se não alcançasse nem 70% da meta, seria de 1,2 do salário bruto em 2019 e 0,75 do salário bruto em 2020. Mas fato é que, no ano de 2020, em meio à pandemia, a empresa não parou e alcançou recordes de audiência e venda de pacotes de streamings (Globo Play), fatores que ajudaram no alcance do 100% da meta estabelecida e assim, conforme regras estabelecidas no acordo tiveram que pagar muito mais que o mínimo negociado, mais precisamente, o máximo, que é 1,5 do salário bruto, pago em 31 de janeiro de 2021.

É preciso dizer que o resultado alcançado só foi possível graças a insistência do nosso sindicato em estabelecer regras de concessão. Sabemos que isso não vai impedir outras atitudes nefastas por parte da empresa que pode vir a seguir processos de demissão em massa, coisa que repudiamos veementemente, mas que por vezes, foge da nossa alçada. Mas o que podemos ter certeza é de que a opressão, sem o nosso sindicato, será infinitamente maior. Por isso conclamamos os Radialistas que ainda não se associaram ou que insistem em rechaçar a organização coletiva dos trabalhadores a mudarem sua posição. Somente juntos poderemos conquistar mais


Vamos juntos e juntas. Seja sócio(a).

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook