Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Mais um ciclo se encerra: Retrospectiva da Gestão 2015-2018

Compartilhe:
noticias-retrospectiva

Nesta quarta-feira convocamos a Assembleia que dará início ao processo eleitoral do nosso sindicato, e isso trouxe um ar de nostalgia à nossa equipe. Nos próximos meses, uma nova gestão será escolhida pela categoria para dar continuidade ao trabalho que desenvolvemos nos últimos anos. Quem assumirá as rédeas dessa instituição, e a responsabilidade de defender os direitos de 15 mil radialistas em todo o estado, o futuro dirá. Hoje nós convidamos você a relembrar um pouco da história e do trabalho que nos trouxe até aqui. Um pouco do que construímos nesse tempo, juntos e fortes, como radialistas:

  • Enfrentamos a primeira tentativa de acabar com a CCT e garantimos o fechamento das negociações coletivas com as empresas de Rádio e TV Abertas sem perdas de direitos e com reposição da inflação quase que integral no período, coisa que outros sindicatos co-irmãos de todo o Brasil não chegaram nem perto durante esse período de crise.
  • Garantimos um crescimento proporcional de associados. Sinal que a categoria aumentou sua confiança no sindicato.
  • Depois de mais de 25 anos de peleja judicial com o SIMCAB, conseguimos garantir, de fato e de direito, a representatividade dos trabalhadores em TV Por Assinatura, e já começamos a lutar por esse setor, assinando uma CCT bem sucedida logo após a vitória judicial.
  • Lutamos pela representatividade de todos os radialistas, promovendo ações contra a TV Esporte Interativo e o Canal Saúde, por exemplo, que insistem em não contemplar os trabalhadores com as conquistas do nosso sindicato.
  • Vencemos ações importantes sobre desvio de função e desrespeito a jornada de trabalho (a exemplo dos trabalhadores na função de Desenhista).
  • Com garra e competência na luta pela comunicação pública, comandamos 3 Greves na EBC, onde garantimos direitos e conquistas aos trabalhadores.
  • Seguramos a Greve da TUPI com importantes vitórias na justiça, e com muita responsabilidade garantimos que a Greve fosse declarada 100% legal.
  • Reformamos a sede campestre com pouco dinheiro e muito trabalho. A quantidade de frequentadores da subsede de Jacarepaguá aumentou significativamente depois da reforma.
  • Mesmo com pouco dinheiro, ampliamos os benefícios oferecidos aos Radialistas associados: em áreas como segurança, finanças, educação, especialização profissional, família e saúde – a exemplo do tratamento dentário que é avaliado pelos associados como excelente.
  • Fomos o único sindicato do Brasil que fez ampla divulgação do maior ataque a lei dos Radialistas promovido pela Federação das empresas de Radiodifusão. Correndo na frente da FITERT, e puxando o movimento nacional em defesa dos radialistas.
  • Participamos ativamente das discussões sobre novas funções e evolução tecnológica no congresso da FITERT, onde coordenamos a comissão de resistência, construindo um projeto alternativo que protege a nossa lei.
  • Fomos o único sindicato do Brasil a levar proposta concreta para o Congresso de Registro Profissional promovido pela Fitert em 2016.
  • Vencemos mais de 30 ações contra empresas do interior que não cumpriam a Convenção Coletiva, garantindo direitos e indenizando mais de 200 Radialistas.
  • Vencemos a ação contra a IURD-TV que não queria pagar o abono aos funcionários.
  • Revertemos várias demissões abusivas de empregados em tratamento de saúde na TV Globo.
  • Fizemos o Ministério Público multar a Globo em UM MILHÃO E MEIO de reais por impor jornada excessiva aos empregados.
  • E muito mais…

Só aqueles de nós que realmente trabalharam duro sabem quantas noites passamos em claro esquematizando assembleias de campanha salarial. Quantos dias inteiros construindo relatórios minuciosos para os advogados entrarem com ações judiciais importantes em defesa dos Radialistas… Muitos colegas nunca deram importância para isso, mas hoje nós vemos o resultado. Só aqueles que estiveram no sufoco e puderam contar com o seu sindicato para fazer a diferença é que realmente sabem o valor desse trabalho. A todos os radialistas que estiveram junto, lado a lado, do início ao fim, nossa gratidão eterna pela chance de dividir essa luta.

Podemos dizer que passamos pelo pior momento da história sindical do Brasil deste século, e conseguimos honrar o voto de cada associado que confiou que iríamos seguir com firmeza até o fim. Continuamos trabalhando juntos até o final do mandato, e muita coisa ainda há por vir.

Que o futuro deste sindicato continue honrando a história de cada geração de radialistas que tanto lutou por tudo que conquistamos até aqui. E que a categoria esteja cada vez mais próxima do seu sindicato e vice-versa, porque existe um só caminho, e a nossa luta é a mesma. #VemComSeuSindicato #SóaLutaTeGarante

Deixe seu comentário:

Minuto² SinRad

Últimas noticias