Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

História

Compartilhe:

O Sindicato dos Radialistas tem história…

Em 15 abril de 1949, foi fundado ainda como uma associação.

1958: o presidente Hemílcio Fróes realiza campanha da casa própria e coorporativa de consumo e crédito. Cria uma federação reunindo os Radialistas nacionalmente (FENARTE).

1963: é realizada a primeira greve geral da categoria. No golpe militar de 64 o movimento sindical sofre perseguição; Hemílcio Fróes e sua diretoria tiveram que abandonar o Sindicato. Vários profissionais foram perseguidos e expulsos da Rádio Nacional; como Mário Lago, Paulo Gracindo entre outros.

Década de 70: é elaborado pelo RADIALISTAS-RJ a Regulamentação Profissional, que é transformada em Lei (6.615/78) e seu Decreto (84.134/79).

Década 80/90: o RADIALISTAS-RJ assume novamente um perfil combativo preparando-se para as mudanças que exigiriam a sociedade como um todo. Filia-se à CUT (Central Única dos Trabalhadores). Insere o nosso sindicato no contexto das lutas mais amplas da sociedade ajuda a organizar o Comitê pela Democratização da Comunicação para combater o monopólio da informação. Cria uma nova federação (FITERT) reunindo os 18 maiores sindicatos de Radialistas do país. Amplia a represantação da entidade que, de municipal, vira estadual. Passa a representar, além da radiodifusão (Rádio e TV), os trabalhadores em empresas de TV por assinatura (a cabo, MMDS e DTH).

Nos dias de hoje, com as mudanças políticas instalada no país, o RADIALISTAS-RJ toma uma postura mais social, tendo a categoria e o associado como meta.

Clique aqui pra assistir nosso documentário e conhecer melhor essa história, contada por quem já passou por aqui.

Minuto² SinRad

Últimas noticias